Tsunami: Japão fará cerimônia reduzida no 10º aniversário do desastre que atingiu o país

Tokyo – O governo disse na terça-feira que realizará um serviço memorial na próxima semana para marcar o 10º aniversário do devastador terremoto e tsunami que atingiu o nordeste do Japão, mas que será reduzido devido à pandemia do coronavírus. A cerimônia patrocinada pelo estado será realizada em 11 de março no Teatro Nacional de Tóquio, após o cancelamento no ano passado devido à situação do vírus no Japão, de acordo com o secretário-chefe de gabinete, Katsunobu Kato. No entanto, Kato disse que o evento será o último em sua forma atual e que os eventos futuros em memória dependerão da situação no momento. O imperador Naruhito e sua esposa, a imperatriz Masako, estão programados para comparecer ao evento da tarde. O imperador deve fazer um discurso, disse o porta-voz do governo. Kato acrescentou que serão tomadas medidas para prevenir a propagação do vírus, e o público não poderá oferecer flores no local. O primeiro-ministro Yoshihide Suga e convidados observarão um momento de silêncio às 14h46, quando o enorme terremoto sacudiu o leste e o nordeste do Japão há uma década, provocando tsunami e também uma crise nuclear na usina Fukushima Daiichi e matando mais de 15.000 pessoas . A cerimônia foi realizada todos os anos desde 2012, com cerca de 940 pessoas presentes no evento em 2019. O ex-primeiro-ministro Shinzo Abe ofereceu flores e fez um discurso em seu escritório no ano passado, após a decisão de cancelar o serviço. Com informações Mais Japão / Kyodo News