Silvio Mori é diplomado pela Justiça Eleitoral

Jornalista foi o nikkey mais votado nas eleições de 2016

Na última sexta-feira (16/12), o jornalista Silvio Mori foi diplomado pelo Tribunal Regional Eleitoral como primeiro suplente a vereador pelo PTN. Mori foi o candidato nikkey mais votado nas eleições de 2016 e o mais próximo de assumir uma vaga na Câmara dos Vereadores de Campo Grande.

 

Durante a solenidade, Silvio Mori agradeceu os 1.244 votos que obteve e disse estar preparado para representar a população de um modo geral, inclusive a comunidade japonesa.

Eu não chegaria tão perto se não fosse a confiança dos amigos e das pessoas que acreditaram em nossos projetos para Campo Grande. A Comunidade japonesa me conhece e sabe do meu trabalho, estou pronto para representá-los”, disse.

Silvio Mori ao lado da vereadora eleita pelo PTN Cida Amaral e o suplente Celsinho.

Mori também falou sobre o resultado desta última eleição que trouxe renovação no legislativo municipal, poucos dos antigos vereadores se reelegeram e novatos entraram para um novo mandato.

“A eleição deste ano mostrou o anseio da população, que quer gente nova e novos líderes em todos os âmbitos. Candidatos que já disputaram duas ou três vezes eles não querem mais, as gerações estão mudando”, explicou.

No final da solenidade, Silvio Mori agradeceu o apoio e a votação que o levaram mais próximo de ser o representante da comunidade japonesa no legislativo.

“Tenho muito que agradecer a comunidade japonesa que também pede uma renovação, pede novos líderes. Agradecer aqueles que acreditaram que podíamos chegar lá e deram total apoio, tenho certeza que nossa hora vai chegar e não vou decepcionar”, finalizou.

Suplente Silvio Mori em momento família, com o pai Tamotsu Mori e os irmão Dr. Arnon Tsuyoshi Mori e Allan Kiyoshi Mori
Prefeito eleito Marquinhos Trad também foi diplomado. Da direita para esquerda, suplente Celsinho, Prefeito Marquinhos Trad. Tamotsu Mori e o primeiro suplente Silvio Mori.
Silvio Mori com o advogado do PTN Leonardo Figueiró.