Proposta de redução da maioridade de 20 para 18 anos avança mais um passo no Japão

 

 

 

Tóquio – O projeto para diminuir a maioridade de 20 para 18 anos no Japão caminha a passos largos dentro do governo.

Em uma reunião da Câmara dos Representantes do Japão, a câmara baixa do país, foi decidida no dia 29 pela aprovação na diminuição da maioridade. Com a passagem pela câmara baixa, agora a proposta será encaminhada para apreciação da Casa dos Conselheiros, a câmara alta, que decidirá pela adoção ou não da proposta.

Caso seja aceita, a mudança na Lei Civil do país vai alterar a maioridade de 20 para 18 anos. Além disso, a idade de casamento para as mulheres aumentará de 16 para 18 anos, padronizando a idade de casamento para homens e mulheres. A assinatura de contratos de cartão de crédito e submissão de pedidos de empréstimos bancários sem a permissão dos pais poderá ser feita a partir dos 18 anos.

Por outro lado, o consumo de bebidas alcoólicas, o fumo e a entrada e participação em casas de apostas continuará restrita para os menores de 20 anos.

Apesar de aprovada, a lei gerou discussões entre os parlamentares. O Partido Liberal Democrata, do primeiro-ministro Shinzo Abe, classificou a medida como necessária e de grande significado para uma sociedade que envelhece rapidamente, pois permite ao cada vez menor número de jovens atuarem mais cedo na sociedade japonesa. Já para o Partido Constitucional Democrata a decisão de permitir aos jovens de 18 e 19 anos de contrair empréstimos bancários e assinar contratos pode ser perigosa para a sociedade.

Fontes: NHK WEB NEWS ( Leandro Nisishima / IPCDIGITAL)