Projeto social criado no Japão por padre brasileiro completa 25 anos

Seguindo o lema de Dom Bosco,“Deus nos colocou no mundo para os outros”, o sacerdote nascido em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Padre Evaristo Higa, foi o idealizador de uma ação social no Japão que completa este ano, 25 anos.

O trabalho desenvolvido pelo padre Higa foi concentrado na cidade de Hamamatsu, província de Shizuoka. Onde há a maior concentração de brasileiros no Japão. Entre as diversas ações desenvolvidas pelo Padre, a distribuição do “sopão” iniciada em 1994 é motivo de orgulho e alegria. Padre Higa conta que desde a criação ate hoje, os voluntários do grupo Esperança, também criado por ele, não falharam nenhuma vez.

“ Não dependeu só de mim, continua até hoje e não falharam nenhum dia nesses 25 anos, quem ficou assumiu o trabalho. Eu sempre falei, um dia a gente vai embora e não pode depender só do padre. As pessoas mudam , mas o legado continua”, disse Pe. Higa.

O sacerdote chegou pela primeira vez no Japão em 1993, designado para comandar a paróquia de Hamamatsu, , entre idas e vindas, foram 23 anos de evangelização e ações sociais em todo arquipélago japonês.

O Grupo Esperança foi um dos primeiros movimentos a lutar pelos direitos sociais dos brasileiros, principalmente em relação ao seguro de saúde. O Centro Pastoral foi também outra criação do Padre Higa, local desenvolvido para os estrangeiros pudessem se reunir para as atividades de recreação, aprendizagem e de discussão em defesa da melhoria das condições de vida no Japão.

A ação do “sopão”, realizada aos sábados na estação de Hamamatsu, já foi matéria de reportagens de muitos jornais e tv’s do Japão. Estudantes universitários e seminaristas japoneses também fizeram pesquisas para saber como o trabalho é desenvolvido, já que no Japão o gesto solidariedade não está relacionado em ajudar o próximo.

“Muitos já vieram aqui para saber como é essa solidariedade, porque aqui no Japão, a solidariedade deles é mais um ação comunitária, de fazer limpeza, limpar rios e não de ajudar pessoas”, explicou Pe. Higa.

Este mês, Padre Higa retornou ao Japão justamente para comemorar as “bodas de prata” do grupo “esperança” e da ação  com os sem tetos.É previsto uma comemoração especial no final deste mês, durante a festa junina aqui no Japão. Padre Higa ingressou no aspirantado Salesiano em Lavrinhas, aos 16 anos. Em 1978 foi ordenado sacerdote, trabalhou em diversas obras salesianas. De 93 a 2016 trabalhou na missão no Japão.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.