Príncipe do Japão visita Mato Grosso do Sul em novembro para conhecer o Pantanal

O Consulado do Japão no Brasil confirmou a vinda do Príncipe Akishiro e da Princesa Kiko a Mato Grosso do Sul nos dias 1 e 2 de novembro.  A confirmação foi feita pelo cônsul geral do Japão, Takahiro Nakamae, e a vice cônsul, Miki Kira, ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Formado em biologia, o Príncipe Akishiro já esteve no Brasil e conheceu a Amazônia.  Agora, de acordo com o cônsul Takahiro, fez questão de vir conhecer o Pantanal. “O Príncipe Akishino é o segundo filho do imperador, por isso é importante causar uma boa impressão para ele e assim atingir a opinião pública”, comentou.

Mato Grosso do Sul tem a terceira maior comunidade de imigrantes de japoneses no Brasil, e recentemente completaram 100 anos de imigração em Campo Grande.

O governador Reinaldo Azambuja confirmou o laço muito forte que a comunidade japonesa tem no Estado e ressaltou que todos os eventos realizados são sempre muito prestigiados pela população. “A comunidade japonesa ajudou o Estado a ser o que somos hoje. Se hoje somos este Estado pujante em crescimento e com oportunidades, esta comunidade ajudou nesta construção. A gente só tem a agradecer o trabalho, esta parceria e dizer que será uma alegria receber o nosso príncipe e a nossa princesa”, finalizou.

Além de conhecer o Pantanal, o príncipe herdeiro participará de uma reunião com o governador e será recepcionado com uma festa no clube nipônico. O Governo do Estado disponibilizou ainda todo o apoio logístico necessário para a visita imperial.

Príncipe Akishino

príncipe Akishino, tem 50 anos,ele é o segundo filho do Imperador Akihito e da Imperatriz Michiko e, atualmente, o segundo na linha de sucessão ao Trono do Crisântemo, posição que ocupa desde a morte de seu avô paterno, o Imperador Showa.

Desde seu casamento, em junho de 1990, ele detém o título Akishino-no-miya, geralmente traduzido como Príncipe Akishino, em português.

Akishino viajou pela última vez ao Brasil em 1988 para assistir a uma cerimônia que marcou o 80º aniversário da chegada ao país do Kasato Maru, o navio que trouxe os primeiros imigrantes japoneses.

Princesa Kiko

Filha de um professor universitário, ela é a segunda plebéia que se casou com um integrante da família imperial japonesa; sua sogra, a Imperatriz, foi a primeira em 1959.

 

Fonte: Silvio Mori