Prefeitura de Nagoia quer localizar e instruir mais de mil pessoas que tiveram contato com infectados por coronavírus

Redação / Asahi

A prefeitura de Nagoia está trabalhando intensivamente para localizar mais de 1 mil pessoas que tiveram contato próximos aos infectados pelo coronavírus. O objetivo é orientar essas pessoas e conter os crescentes casos da epidemia na cidade, que já passam de 100. 
 
De acordo com a reportagem do Jornal Asahi, dois focos foram os responsáveis pela contaminação em Nagoia. O primeiro foi de uma mulher, com aproximadamente 60 anos,  que voltou do Havai em fevereiro e frequentou uma academia antes de receber o resultado do exame. 
 
O segundo foco responsável pela disseminação  aconteceu em um hospital, onde uma mulher estava internada com pneumonia e dividiu um quarto com mais três pacientes. Ela trocou de quarto quando teve piora no seu estado de saúde e somente um dia a após essa mudança é que foi realizado o exame. 
 
O trabalho está sendo realizado por agentes de saúde, que ligam para as pessoas e perguntam se há sintomas, pedem para ficar de quarentena em casa e orientam sobre o atendimento caso apareçam os sintomas.
 
Quando há confirmação de infectado o trabalho é estendido. Os agentes verificam onde e com quem a pessoa esteve dias antes do aparecimento dos sintomas. A abrangência da verificação muda se o infectado passou muito tempo em casa ou se teve vários compromissos fora.
 
A província de Aichi já conta 125 infectados. Os casos mais recentes desta quarta-feira (19) é de uma mulher na faixa de 30 anos, que reside na cidade de Kiyosu e um homem, também na faixa de 30 anos, com residência em Nagoia.
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.