Praça da Liberdade pode mudar de nome

Foto: Silvio Mori

Se depender do presidente da Acal (Associação Cultural e Assistencial da Liberdade), Hirofumi Ikesaki, e do delegado aposentado da Polícia Federal, Mario Ikeda, a Praça da Liberdade poderá mudar de nome para Praça Liberdade-Japão. A sugestão foi apresentada por Ikeda no dia 4 de maio, ao presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Milton Leite (DEM). De acordo com Ikeda, a alteração atende um pedido feito pelo presidente da Acal – Associação Cultural e Assistencial da Liberdade – e amigo pessoal, Hirofumi Ikesaki. O projeto deve ser apresentado nos próximos dias pelo vereador Masataka Ota (PSB).
De acordo com Mario Ikeda, a mudança foi proposta com o objetivo de comemorar os 110 anos da imigração japonesa no Brasil, marcado para 2018.

Segundo Ikeda, o projeto – ou Caminhada para os 110 Anos da Imigração como ele se refere – prevê também melhorias no bairro. “A ideia é fazer algo grandioso para homenagear a comunidade japonesa, algo que perdure”, disse Ikeda, acrescentando que outras sugestões foram “São Joaquim/Tóquio” e “Praça Kasato Maru”. “Não queremos criar polêmica, nosso objetivo principal é resgatar as características do bairro”, explicou Ikeda, afirmando que “o vereador Ota abraçou a causa”.

Para o parlamentar, “a Liberdade está mesmo esquecida”. “Precisamos fazer algo para lembrar a presença japonesa na região”, destacou Ota, acrescentando que, “se for o caso, vamos envolver a bancada nikkei na Câmara Municipal para que possamos destinar uma emenda para a reforma das calçadas, que estão deterioradas”.

Para quem passa pela Praça da Liberdade, a opinião é uma só, não precisa mudar d enome e sim uma revitalização. O mesmo acontece com os munumentos referentes a comunidade japonesa em Campo Grande.