Pessoa que esteve no Japão é diagnosticada com coronavírus em SP

Agência Brasil

São Paulo – O Ministério da Saúde confirmou no domingo (8) mais seis novos casos de coronavírus no Brasil, totalizando 25 até o momento. Dos novos registros, três estão em São Paulo, um em Alagoas, um no Rio de Janeiro e um em Minas Gerais.
 
Os três novos casos em São Paulo têm histórico de viagem à Itália, Japão e um se infectou a partir de contato com pessoa que testou positivo no Brasil. Eles estão estáveis e em isolamento domiciliar, segundo a Secretaria de Estado da Saúde.
 
A Secretaria não informou a escala do voo feito pela pessoa que esteve no Japão.
 
Dos 16 casos registrados em São Paulo até agora, 15 residem na capital e um em Santana do Parnaíba.
 
No caso do paciente do Rio de Janeiro, trata-se de uma mulher de 42 anos, residente na capital carioca, que acompanhou em viagem à Itália uma pessoa já confirmada como positiva para o coronavírus. Ela retornou do exterior na última quarta-feira (4). Os primeiros sinais apareceram no dia seguinte à sua chegada ao Brasil. Essa mulher também está em isolamento domiciliar.
 
Atualmente, 664 casos são considerados suspeitos e outras 632 pessoas já foram descartadas como portadoras do covid-19. O ministério recebe as notificações de suspeitas das secretarias estaduais de saúde. Da mesma forma, são as secretarias que confirmam os casos, sendo que a contraprova deve ser realizada por laboratórios atestados pelo governo federal.
 
Para combater a doença, as dicas são cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar; utilizar lenço descartável para higiene nasal; evitar tocar as mucosas de olhos, nariz e boca; limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado; lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar álcool gel.
 
Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente. Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos, segundo a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.