Novo diretor clínico da Santa Casa terá o diálogo como principal ação para o entendimento entre médicos e administração

Foto: Divulgação/Santa Casa

Empossado na última segunda-feira (10), o novo diretor clínico da Santa Casa, Dr. Marcos Paulo Tiguman , disse que o diálogo será a principal ação da sua gestão.

Tiguman foi eleito em chapa única e de consenso pelo corpo clínico da Santa Casa, composto por aproximadamente 700 médicos e tem como vice-diretor clínico a Dra. Patrícia Costa de Oliveira Campos. Com mandato de 30 meses, será o principal representante dos médicos dentro instituição e tentar resolver os principais problemas, como o atraso de salário e as últimas dispensas de profissionais.

“Mesmo com problemas pontuais, os médicos tem se dedicado fortemente para tender a população. Um atendimento com ética, excelente técnica e humanismo, é o que corpo clínico sempre ofereceu a todos que procuram a Santa Casa”, declarou.

Segundo Tiguman, que em completou 35 anos de profissão e 30 deles atuando na Santa Casa, sua gestão inicialmente vai agir através do diálogo. ” O corpo clínico não tem poder de contratar, mas vamos conversar com toda diretoria, em busca do entendimento”, disse.

O novo Conselho Técnico será constituído pelos médicos titulares, Dr. José Mauro Pinto de Castro Filho, Dr. Carlos Idelmar Campos Barbosa, Dr. Leonildo Herreiro Perandré e Dr. Francisco Otaviano Welling Genfritz. E os médicos suplentes, Dr. Daniel Juan Saves, Dra. Marialda Goulart de Almeida Pedreira, Dr. Rafael Oliveira de Souza e Dra. Patrícia Otto Mata de Matos.