Nova fábrica de multinacional japonesa vai gerar 1,6 mil empregos em Pernambuco

Multinacional do setor automotivo, a Yazaki, de origem japonesa, vai gerar 1,6 mil empregos com a construção de uma nova fábrica em Bonito, no Agreste de Pernambuco. A cerimônia de início das obras do empreendimento, que tem previsão de começar as atividades no primeiro semestre de 2021. O investimento é de R$ 60 milhões.

O anúncio de investimento de R$ 7,5 bilhões da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) no Polo Automotivo da Jeep, em Goiana, feito em 2019, impulsionou a atração de novos empreendimentos. Uma empresa fornecedora de peças automotivas para grandes montadoras, inclusive para a Jeep, vai se instalar em Pernambuco: a multinacional japonesa Yazaki.

As obras para a implantação da fábrica, que terá 21 mil metros quadrados de área construída, serão iniciadas em fevereiro. A previsão é que a indústria inicie operações dentro de um ano. Líder de mercado na confecção de chicotes automotivos, a fábrica terá capacidade para produzir chicotes para mil veículos por dia. De acordo com o presidente da Yazaki Mercosul, Lázaro Figueiredo, em paralelo às obras civis, a empresa vai começar a pesquisa de potenciais candidatos para as vagas de emprego.

“A partir de agora, vamos criar mecanismos de atração dessas pessoas. Tão importante quanto a instalação fabril, é a capacitação da mão de obra. Então vamos ensinar conceitos básicos, como higiene, saúde e segurança e depois pensar nos cursos técnicos para essas pessoas, nas áreas de mecânica, eletrônica, entre outras”, disse Figueiredo, ao complementar que a chegada da Yazaki foi uma solicitação da Fiat.

O protocolo de intenções entre o Governo de Pernambuco e a Yazaki foi assinado, no último dia 30 de janeiro, na cidade de Bonito. “É um investimento importante para o polo automotivo de Pernambuco. Vamos fazer melhorias necessárias de logística das estradas, além de viabilizar energia, água e gás. Vamos oferecer oportunidades de qualificação, junto com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação. Temos escola técnica na cidade de Bezerros, por exemplo”, destacou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, ao acrescentar que a empresa vai tratar como uma prioridade a inserção da mão de obra feminina em processos da fábrica.

A nova indústria foi o primeiro resultado do “Match Day” com fornecedores da FCA instalados em outros Estados, que aconteceu em São Paulo, no ano passado. “Foi cerca de um ano de negociação com a Yazaki. Pernambuco tem uma série de formas de atrair as empresas, temos incentivos fiscais em lei, que conseguimos negociar com as indústrias. E estamos em conversa com vários outros fornecedores da FCA”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach. Com a Yazaki, serão 25 fornecedores no Estado, e outros podem ser apresentados nas próximas semanas.

Segundo o prefeito de Bonito, Gustavo Adolfo, a Yazaki será um divisor de águas no município. “Fizemos parceria com a AD Diper [Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco] para doação do terreno à Yazaki. Prédios do município serão cedidos para a empresa para fazer capacitação dos funcionários”, destacou Adolfo ao detalhar algumas das ações.

Yazaki

A Yazaki desenvolve e fábrica chicotes automotivos, além de uma série de produtos para o setor automotivo, como displays, componentes eletrônicos e instrumentos. A empresa foi fundada em 1941 e está presente em 46 países. No Brasil, está instalada nos Estados de São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Sergipe, empregando uma média de oito mil pessoas. Atualmente, fornece materiais para a fábrica da Jeep, em Goiana, entregando todos os chicotes dos modelos Fiat Toro, Jeep Renegade e Compass.


Fonte: FolhaPE e Blog Excelencia Operacional