Japão registra queda na taxa de suicídios

 NHK /Alternativa


 O número de casos em 2019, registrou o mais baixo índice em 40 anos, foram 20.169

O Japão apresentou queda no número de suicídios em 2019, conforme dados apresentados pelo Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-estar Social.
 
De acordo com a NHK, as estatísticas apontam que 20.169 pessoas pessoas tiraram a própria vida durante o ano passado. Apesar do alto número, este é menor registro desde quando começaram a contar as estatísticas, em 1978.  O Japão também vem observando uma queda anual em seus registros. A taxa de suicídio caiu consecutivamente nos últimos 10 anos.
 
O relatório do Ministério mostra que 14.078 homens e 6.091 mulheres cometeram suicídio no ano passado. Com relação aos dados de 2018, foram 212 homens a menos e 459 mulheres a menos.
 
Os dados mostram ainda que 17% dos casos são de pessoas entre 40 e 59 anos de idade. Cerca de 14% são de pessoas entre 60 e 79 anos. Crianças e jovens com menos de 19 anos representam 3% dos casos.
 
A proporção de mortes para cada 100 mil habitantes ainda é mais alta em Yamanashi, com uma média de 22,3 suicídios. A província costuma liderar o ranking por causa da floresta Aokigahara, aos pés do Monte Fuji, que é um local famoso pelo suicídio.
 
Em Iwate, a proporção é de 22,2 pessoas para cada 100 mil habitantes e em Akita, 22,1 pessoas. As províncias com menos casos em 2019 foram Osaka (14 suicídios), Quioto (12,5 suicídios) e Kanagawa (11,7 suicídios) na mesma proporção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.