Japão recusa retorno de estrangeiros de 73 países, incluíndo o Brasil

Estrangeiros que deixaram o país desde sexta-feira (3/4), não poderão retornar ao Japão, o país vai recusar o retorno mesmo para aqueles que tenham visto permanente ou de longa duração

Redação


Estrangeiros vindo de 73 países, incluíndo o Brasil , que deixaram o Japão a partir desta sexta-feira (3/4), não poderão retornar ao país.  A decisão faz parte de novas diretrizes adotadas pelo governo japonês em relação ao enfrentamento do coronavírus e foi divulgada em nota pelo Ministério das Relações Exteriores na última quarta-feira. 
 
A decisão é por tempo indeterminado e vale também para aqueles que possuem visto permanente.
 
Os estrangeiros e brasileiros que deixaram o Japão até o dia 2 de abril, poderão retornar se tiverem visto permanente. Filhos ou cônjuge de japonês; filhos ou cônjuge de permanentes ou se tiverem visto de longa permanência, também poderão retornar. Mesmo com essa possibilidade, há a probabilidade de enfrentarem dificuldades para entrarem no país. 
 
Para aqueles que estão vindo pela primeira vez ao Japão, com visto de turista ou de curta permanência, a entrada não será permitida.
 
A medida faz parte das ações do governo japonês para conter a disseminação do Covid 19. No Japão, já são mais de 3 mil infectados e 77 mortes, conforme divulgação desta sexta-feira (3), do Ministério da Saúde.