Japão pode dar visto para estrangeiros trabalharem em lojas de conveniência

Tóquio – O governo japonês poderá permitir a entrada de estagiários estrangeiros interessados em trabalhar em lojas de conveniência, em acordo com as grandes redes do país, informou a emissora NHK nesta quinta-feira.
Segundo o Ministério de Economia, Comércio e Indústria, a intenção é de treinar os estrangeiros por um tempo determinado, fazendo com que eles possam ser contratados pelas empresas japonesas que mantêm lojas de conveniência no exterior.
A medida, que alteraria alguns termos do já existente sistema de concessão de visto para estagiários estrangeiros em determinados setores, pode ajudar na expansão das redes de lojas em outros países.
O governo prevê, no entanto, que a liberação da entrada de estrangeiros seja vista apenas como uma forma de compensar a falta de funcionários nas lojas de conveniência, deixando a questão do treinamento de lado.
Para evitar esse tipo de comentário, o Ministério de Economia, Comércio e Indústria pretende discutir formas de tornar o treinamento eficiente com as empresas que administram as redes de lojas.
O Japão tem atualmente cerca de 48,6 mil lojas de conveniência em todo o país, segundo dados de 2014. A rede 7 Eleven é a mais numerosa, com 16,3 mil unidades. Lawson tem 11,7 mil e FamilyMart conta com 10,5 mil.

 

 

Fonte: MASAMICHI MAEDA/ALTERNATIVA

Um comentário em “Japão pode dar visto para estrangeiros trabalharem em lojas de conveniência

  • maio 18, 2015 em 8:58 pm
    Permalink

    Realmente é uma grande oportunidade para os jovens brasileiros..que no futuro terão grande aprendizado no setor.
    TOMARI TOMARI TOMARI

Fechado para comentários.