Japão pode abrir fronteira para atletas olímpicos a partir do próximo mês

Tokyo – Atletas impedidos de entrar no Japão devido a restrições de viagem relacionadas ao coronavírus podem ter a permissão  depois que o atual estado de emergência for suspenso, disseram fontes com conhecimento do assunto no sábado.

A declaração de emergência, que visa conter a propagação do vírus, está programada para ser totalmente suspensa em 7 de março. O Japão suspendeu temporariamente as isenções que permitem que atletas estrangeiros treinem no país antes dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio.

O governo japonês atualmente proíbe a entrada de todos os estrangeiros não residentes em princípio, mas pode fazer exceções por motivos humanitários ou outros.

Com a seleção japonesa de futebol masculina definida para voltar a sediar as eliminatórias para a Copa do Mundo em 30 de março, e os eventos-teste para os jogos deste verão programados para ocorrer a partir de abril, há preocupações com o impacto da proibição de viagens.

Dada a incerteza, é provável que o governo conceda entrada especial para atletas residentes no exterior, ao mesmo tempo que atenua a exigência existente que os obrigaria a ficar em quarentena por duas semanas ao chegarem ao Japão.

No entanto, eles ainda serão solicitados a se absterem de se aventurar fora de seus hotéis e locais de competição e proibidos de usar transporte público.

As Olimpíadas de Tóquio, adiadas por um ano em resposta à pandemia do coronavírus, devem começar em 23 de julho.

Redação