Japão fornecerá um milhão de dólares para combater o Zika vírus na América Latina

CARTAOCHIPARIAUm dia após a confirmação de um caso nas proximidades de Tóquio, o ministro das relações exteriores, Fumio Kishida, afirmou que o  Japão fornecerá US$1 milhão para ajudar a América Latina no combate ao vírus Zika.

“Através da cooperação com organizações internacionais, o Japão irá ajudar a parar o avanço da disseminação do vírus e conter a doença, que por sua vez evitará que o vírus entre em nosso país”, disse o ministro em uma conferência de imprensa.

Na quinta-feira (25), o governo informou que um adolescente de Kawasaki, província de Kanagawa, foi diagnosticado com o vírus depois de ter estado no Brasil até a semana anterior. Um representante do Ministério da Saúde negou que o vírus possa se espalhar pelo Japão, pois os mosquitos não são ativos no inverno.

Kishida disse que a assistência japonesa, que será distribuída através da Organização de Saúde Mundial e outros Órgãos internacionais, irá para o levantamento de dados sobre a disseminação do vírus na América Latina, provendo cuidados para as gestantes e mães em período de amamentação, além de melhorar a saúde pública na região.

Para o público japonês, o ministro disse “estamos pedindo para as gestantes e para aquelas mulheres que pretendem engravidar que evitem viajar para a América Latina”. O governo vai criar informativos para japoneses vivendo na América Latina e para pessoas envolvidas com os jogos olímpicos no Rio de Janeiro, neste verão.

Embora o vírus Zika seja conhecido por causar sintomas moderados, tais como erupções cutâneas e dores de cabeça, existe a suspeita de que ele também seja responsável pelo aumento de casos de microcefalia, crianças que nascem com uma anomalia no tamanho (reduzido) do crânio, em países da América Latina como o Brasil.

Fonte: Japan Today.

bomdiatuiuiu