Japão: despesas domésticas aumentam no ritmo mais rápido em 4 anos

Redação

Tóquio – Os gastos das famílias no Japão em maio cresceram no ritmo mais rápido em quatro anos, em um sinal de que a melhora na demanda doméstica oferecerá algum apoio para uma economia que enfrenta crescente pressão externa.
Uma recuperação no consumo privado é vista como vital na luta do Japão contra a deflação, que fez com que as empresas relutassem em repassar os custos para as famílias.
Os gastos das famílias cresceram 4% em maio em relação ao mesmo mês do ano anterior, graças ao feriado de 10 dias do Japão, mostraram dados do governo nesta sexta-feira.
Subiu no ritmo mais rápido desde maio de 2015 e foi muito mais forte do que a previsão média para um aumento de 1,6%.
A disputa comercial entre os EUA e a China obscureceu as perspectivas para a economia dependente das exportações, e a preocupação é que um impacto nas empresas e na confiança dos consumidores possa afetar o gasto doméstico geral e prejudicar o crescimento.
Abe disse repetidamente que vai aumentar o imposto sobre consumo (shouhizei) de 8% para 10% em outubro, como planejado, a menos que ocorra uma grande crise econômica na mesma proporção do colapso do banco de investimentos Lehman Brothers.
Alguns formuladores de políticas temem que o aumento do imposto possa pressionar o crescimento, como ocorreu em abril de 2014, quando o shouhizei subiu de 5% para 8%, desferindo um golpe aos consumidores e desencadeando uma profunda recessão econômica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.