Entrevista: Ceila Arakaki

O Cultura Nikkey abre espaço para os candidatos nikkeys expor seus projetos e se apresentarem a comunidade nipo-brasileira de Campo Grande. Um email com seis perguntas foi enviado para os 13 candidatos ao cargo de vereador, com prazo de cinco dias para as respostas após o envio. As perguntas foram as mesmas para todos os entrevistados e será postado conforme a ordem de resposta enviado para nossa redação.
 
A segunda entrevistada é a candidata pelo MDB, Ceila Arakaki.
 
1 – Quem é Ceila Arakaki?  
Ceila Okimi Arakaki, mulher, mãe, nascida em Campo Grande/MS, formada em Artes Plásticas pela Universidade Federal de MS – UFMS, proprietária da empresa Okimi A. Travel Agência de Viagens e Turismo Ltda, trabalha no ramo há 32 anos, como  agente de viagens, como Gestora de Eventos da Fundação de Turismo do Governo de MS, como Superintendente do Convention Bureau com captação de eventos.
Ceila Arakaki disputa pela primeira vez uma eleição.
 
2 – Por que decidiu se candidatar?
 Decidi ser vereadora porque posso colaborar para o desenvolvimento econômico e social da nossa cidade, visando o crescimento baseado no grande potencial da nossa capital nas áreas do turismo, cultura e eventos, contemplando uma grande geração de empregos, também com a inclusão social.
E porque acredito que é possível sim, que tenhamos uma melhor qualidade de vida. 
 
3 – Qual seu grau de descendência?
 Sou da 3ª geração da família Arakaki, conhecida pelo cultivo de hortaliças e criação de suínos na Chácara Bandeira. 
 
4 – Qual sua ligação com a comunidade nipônica de Campo Grande?
Antigamente havia bem mais atividades nas Associações, tanto na Nipo quanto na Okinawa. Participei de várias apresentações como danças japonesa, portuguesa, espanhola, já fui noiva em Festa Junina, passava os finais de semana participando dessas atividades, inclusive as discotecas aos domingos a tarde e o carnaval. Recentemente, vou a alguns eventos e promoções.
 
5 – O que os descendentes podem esperar de você, caso seja eleito vereador em nossa Capital?
Podem esperar o meu maior empenho para atender as solicitações de nossa colônia, envolver mais os descendentes ao desenvolvimento de nossos projetos e elencar suas necessidades para usufruirmos mais de nossa condição de Cidade Irmã.
 
6 – De um modo geral, qual ou quais plataformas pretende trabalhar?
Turismo, Cultura, Desenvolvimento Econômico – Emprego e Renda, Saúde (principalmente infantil) e Acessibilidade. Todos com planejamento e responsabilidade.