Cerveja ficará mais barata no Japão após unificação de imposto sobre bebidas

Tóquio – O governo japonês iniciou os preparativos para revisar as alíquotas de imposto sobre bebidas alcoólicas nas três categorias de cerveja e itens “semelhantes à cerveja”, para tornar a mesma taxa aplicável a todos esses produtos em outubro de 2026.
As mudanças significarão um corte de impostos para a cerveja e taxas mais altas para alternativas de bebidas de baixo ou nenhum malte, informou o jornal Mainichi nesta segunda-feira (21).
Atualmente, o imposto sobre bebidas alcoólicas para uma lata de 350 mililitros é de 77 ienes para a cerveja, de 47 ienes para o “happoshu” de malte baixo e de 28 ienes para a bebida sem sabor de cerveja misturada a licor chamada “cervejas de terceira categoria” (dai-san no biru).
Para limitar o efeito sobre as tendências dos consumidores ou estratégias dos fabricantes de álcool, as mudanças não serão aplicadas imediatamente, sendo realizadas em etapas.

cerveja
Um aumento do imposto sobre consumo (shouhizei) para 10 por cento está previsto para 2019, portanto, em outubro de 2020, haverá apenas um pequeno corte de impostos sobre bebidas alcoólicas, enquanto o happoshu e cervejas da terceira categoria estarão sujeitos a aumentos menores de impostos sobre bebidas alcoólicas. Ajustes adicionais serão feitos em outubro de 2023 e outubro de 2026, com a taxa eventualmente sendo unificada em cerca de 55 ienes.
O governo também planeja revisar a definição de cerveja no ano fiscal de 2018. Além de flexibilizar a definição atual no âmbito da lei do imposto sobre bebidas que exige pelo menos 67 por cento de conteúdo de malte, ingredientes como especiarias serão permitidos para cervejas em um esforço para apoiar o desenvolvimento de uma variedade de produtos.
O governo planeja incluir números firmes em um esquema de revisões do sistema tributário para o ano fiscal de 2017 que será montado em dezembro, e começar a trabalhar nos preparativos legais necessários para as mudanças de impostos.
Outras bebidas alcoólicas também terão suas taxas de imposto ajustadas. O saquê terá sua taxa de imposto reduzida e o vinho deve aumentar para torná-los iguais. Shochu, licor e bebidas highball também sofrerão aumento de imposto.