Brasileiros perdem vistos para o Japão e terão que começar do zero

Seikatsu Magazine /Silvio Mori


A pandemia do coronavírus afetou diversos países que adotaram medidas de restrições para combater a propagação da doença. O Japão fechou as fronteiras com mais de 100 países e estrangeiros estão proibidos de entrar no país desde o dia 3 de abril, entre eles, o Brasil. 

Brasileiros que tiraram o visto e estavam prontos para embarcar perderam o documento devido ao prazo de validade. O adminstrador Hermann Wesley Acchor, 45 anos, demorou mais de um ano para conseguir o visto de trabalho no Japão, porém, com a pandemia ficou impedido de embarcar e terá que tirar um novo documento, começando do zero. 

De acordo com as informações do Consulado do Japão no Brasil, a partir da aquisição do visto, independente do período adquirido, o portador tem até 90 dias para embarcar. Com a pandemia, os vistos emitidos até o dia 2 de abril deste ano pelas embaixadas e consulados japoneses que exercem circunscrição sobre estes países foram suspensos indefinidamente e as taxas referentes à emissão de visto não serão devolvidas

Atualmente, os órgãos não estão emitindo vistos para o Japão e o retorno dos brasileiros que possuem o documento está restrito. Quem deixou o Japão antes do dia 3 de abril consegue retornar para o país, passando pelas normas de segurança e pelas medidas adotadas para prevenção da covid-19. 

Segundo Herman, no momento não há o que fazer, mas acha injusto as taxas pagam não serem devolvidas, já que o embarque que não ocorreu por vontade própria e sim pelo momento. “Vou aguardar e tentar resolver, por enquanto é aguardar até conseguir ir para o Japão”, disse.

Nossa equipe entrou em contato com o Consulado, mas não obtivemos resposta.

Veja o comunicado do consulado neste link.