O tradicional Festival do Japão de São Paulo, mais uma vez teve que ser adiado devido a crise da crise sanitária e dos problemas de saúde pública gerados pela disseminação do Corona vírus, além da confirmação da impossibilidade de obtenção do Alvará de Funcionamento Temporário, obrigatório para a realização do evento.

A 23ª do evento estava prevista para os dias 09, 10 e 11 de julho deste ano e foi adiado para os dias 15, 16 e 17 de julho de 2022, no mesmo local (São Paulo Expo Exhibition & Convention Center), conforme comunicado emitido pela Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil (Kenren) .

“A diretoria da Kenren decidiu priorizar o bem-estar coletivo, a nossa responsabilidade e a saúde dos nossos visitantes, patrocinadores, voluntários e colaboradores e tivemos a colaboração e o apoio fundamental do São Paulo Expo nessa decisão. Todas as ações que estavam em andamento para a realização do 23º FJ 2021 foram paralisadas e estamos iniciando o planejamento e as ações para o 23º FJ 2022, com um sentimento de esperança, mas sempre atuando de forma realista, comprometida e responsável”, resume o presidente da Kenren, Toshio Ichikawa.

Expectativa para 2022

O presidente da Comissão Executiva do 23º Festival do Japão, José Taniguti, explica a atual situação: “É como se estivéssemos atravessando um rio a nado. Precisamos chegar na outra margem e para isso, precisamos de muita confiança e tenho certeza de que vamos atingir a meta juntos. Afinal, não podemos seguir nessa situação indefinida por mais tempo, o público também está ansioso em voltar à normalidade dos eventos”, constata.

Para o 23º Festival do Japão, foi formada uma nova equipe na Comissão Executiva, com destaque para Alfredo Ohmachi (presidente da Associação Cultural Recreativa Akita Kenjin Brasil), Neuza Shirata Isso (presidente da Associação Cultural Gunma Kenjin do Brasil) e Roberto Sadao Yoshihiro (presidente do Centro Cultural Hiroshima do Brasil – Hiroshima Kenjinkai), diretores que assumiram cargos na nova gestão da Kenren, em abril de 2020.

“É uma ótima equipe, bastante entrosada, que está se reunindo e implementando uma nova mentalidade no modo de organizarmos o Festival. É muito importante contarmos com essa renovação. Aproveitamos para agradecer aos nossos patrocinadores, apoiadores, expositores e voluntários pelo apoio, colaboração e incentivo, em especial nesse período tão difícil para todos, e que todos continuem se cuidando e possam participar do Festival no ano que vem”, completa Taniguti.

Veja o comunicado na íntegra: