Disponibilidade de trabalho no Japão no maior nível em mais de 4 décadas

De acordo com dados do ministério, 152 posições estavam disponíveis para cada 100 candidatos à procura de emprego

O Japão apresentou a disponibilidade de emprego no maior nível em mais de 4 décadas e a taxa de desemprego estável, mostraram dados do governo no último dia 29 de setembro.

A disponibilidade de trabalho no país continuou inalterada em comparação a julho, a 1.52, a mais alta desde fevereiro de 1974, de acordo com o Ministério da Saúde, Traballho e Bem-Estar. Isso significa que 152 posições estavam disponíveis para cada 100 candidatos à procura de emprego.

A taxa de desemprego em agosto, enquanto isso, situou-se a 2.8%, inalterada em comparação a julho, de acordo com o Ministério de Assuntos Internos e Comunicações.

Os dados reforçam a visão de que a 3ª maior economia do mundo está em uma tendência moderada de recuperação, mesmo com economistas dizendo que o consumo privado precisa de suporte de um crescimento salarial acelerado em um mercado de trabalho apertado.

Os gastos médios mensais de uma família, um indicador fundamental do consumo privado, aumentaram 0.6% em comparação ao ano anterior em termos reais, para 280.320 ienes (2.493 dólares).

A taxa de desemprego para homens caiu 0.2 pontos percentuais, para 2.9%, enquanto para as mulheres continuou inalterada, a 2.5%.

O Japão registrou 65.65 milhões de trabalhadores em agosto, alta de 200.000 ou 0.3%, de acordo com o ministério de assuntos internos.

O salário médio mensal de famílias assalariadas com 2 ou mais pessoas aumentou 0.2%, para 485.099 ienes pelo 3º mês consecutivo de ganho.

 

Fonte: Japan Today/ Kyodo/ PortalmIe


   	

Deixe uma resposta