Cerejeira de 2 mil anos no Japão é a mais antiga do mundo

cerejeira mais antiga do Japão, e certamente a mais velha do planeta, está localizada no Templo Jissou, na cidade de Hokuto, em Yamanashi, província situada a cerca de 100 quilômetros a oeste da capital japonesa, no centro-leste do arquipélago.

A antiga árvore, chamada Yamataka Jindaizakura, é Patrimônio Natural do país e existe há pelo menos 2 mil anos, de acordo com histórico divulgado pela prefeitura local.

Botânicos, no entanto, acreditam que a antiga cerejeira possa ter mais de três mil anos, o que a colocaria entre as cinco árvores mais antigas do mundo. Como cerejeira, não existe relatos de que exista no mundo alguma mais antiga do que a Yamataka Jindaizakura.

Sua floração ocorre sempre a partir da última semana de março, podendo variar de acordo com as condições climáticas. Durante a floração, seus longos galhos, que percorrem por uma extensa área no templo, são cuidadosamente amparados por varas para que não se quebrem.

Nessa época, Yamataka Jindaizakura atrai milhares de visitantes tanto do país como estrangeiros, que lotam o Templo Jissou apenas para contemplar a floração da venerável cerejeira.

Confira, abaixo, o esplendor de Yamataka Jindaizakura em plena floração:

Fonte: Mundo Nipo