Alunos de distrito em Tóquio poderão optar por uniforme com calça ou saia

As escolas públicas do curso ginasial (chuugakkou) no distrito de Nakano, em Tóquio, vão permitir que os alunos escolham uniformes com calça ou saia, independentemente do gênero, a partir do próximo ano letivo, que começa em abril, informou o jornal Mainichi.
Estudantes do sexo feminino, a princípio, são obrigadas a usar saias e os meninos devem vestir calças, mas essa regra vai mudar depois que uma aluna fez uma reivindicação ao prefeito de Nakano, Naoto Sakai. Ele dará uma coletiva de imprensa no dia 1º de fevereiro para anunciar a decisão.
Existem 10 escolas colegiais públicas em Nakano e todas exigem uniformes, embora o design de cada um seja diferente. Se uma aluna, por exemplo, fizer um pedido ao diretor da escola para usar calças, por motivos como frio ou pertencer a uma minoria sexual, fica a critério do diretor tomar a decisão.
O movimento para a livre escolha entre saias ou calças foi iniciado por uma menina de 12 anos que entrará na escola ginasial em abril. Amante de futebol, ela sempre usa calça e disse a seus pais que não queria vestir saia na escola.
Os pais da menina apoiaram a filha, alegando que nos dias de hoje estudantes do sexo feminino não deveriam ser obrigadas a usar saia. Eles consultaram o diretor da Associação de Pais e Mestres da escola onde a filha vai entrar e a ideia foi aprovada.